07/04/2021 às 08h54min - Atualizada em 07/04/2021 às 08h54min

Família de SC aposta na criação de mini vacas

ND Online
Divulgação
A família Munaro, de Fraiburgo, no Meio-Oeste de Santa Catarina, resolveu ampliar o rebanho do gado leiteiro. Há cerca de um ano, eles investiram em mini vacas depois de uma brincadeira com os filhos. A criação dessas vacas rústicas é feita na comunidade de Faxinal dos Carvalhos, distante 15 km do centro de Fraiburgo.

Da brincadeira com os filhos, as mini vacas se tornaram um negócio. A família utilizaria os novos integrantes do rebanho para gado de leite, mas é através do gado de corte que eles pretendem complementar a renda mensal.

“As crianças sempre ajudaram com o manejo e a gente resolveu dar essas mini vacas para elas. A intenção era fazer gado leiteiro, mas como temos ordenha mecanizada, elas não se encaixam no equipamento, então vamos investir no gado de corte”, conta o produtor rural, Márcio Munaro.

Eloisa de 10 anos e Vinícius de 6 adoraram a ideia dos pais. “Eu achei muito legal pelo fato delas serem pequenas pra gente ajudar a cuidar e também porque é muito legal ter esse bichinho pequeno”, diz Eloisa.

Por ser uma carne diferenciada e de valor agregado, a família Munaro, que hoje possui três fêmeas e dois machos, pretende investir no planteo das mini vacas.

“A gente pesquisou que a mini vaca produz uma carne mais saborosa e macia, então vamos ampliar nosso planteo para gado de corte”, frisa a produtora rural, Jesieli Munaro.

Os mini bovinos medem a metade de um animal de grande porte. Geralmente não passam de 1,10m de altura, e o peso varia de 150 a 200 quilos. Outro benefício aos produtores dessa raça é o custo da criação, pois a mini vaca consome em torno de 10% do seu peso.

Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp