11/01/2021 às 07h44min - Atualizada em 11/01/2021 às 07h44min

Pandemia da Covid-19 reduz perda de documentos em 47% no país, diz Correios

Agência Brasil
Divulgação
O número de documentos perdidos caiu 47,1% em 2020, informou os Correios. As agências da estatal receberam mais de 90 mil documentos pedidos ao longo do ano passado, quase a metade da média histórica, de 170 mil.

Os dados foram divulgados pelos Correios nessa última quinta-feira (7). O serviço Achados e Perdidos (clique aqui), no qual os pertences perdidos ou extraviados podem ser recuperados, existe há mais de 30 anos.

Em nota, os Correios informaram que a redução do número de documentos perdidos ocorreu em razão da pandemia do novo coronavírus. A circulação de pessoas reduziu durante a crise sanitária.

Os documentos podem ser entregues em qualquer unidade dos Correios ou em caixas de coleta de correspondências, e são acondicionados em envelopes, ficando disponíveis para retirada em até 60 dias.

Após o término do prazo, os documentos são devolvidos aos órgãos emissores. No site dos Correios é possível verificar se o documento perdido foi encontrado e em qual agência está disponível para retirada.

Para recuperar o documento, o cidadão deve apresentar outro que comprove a titularidade e pagar uma tarifa de R$ 5,95. Pertences sob a guarda dos Correios só poderão ser entregues a proprietários ou representantes.

Caso seja constatado que o documento perdido esteja em uma cidade diferente da qual o proprietário se encontra, é possível fazer uma solicitação para que ele seja enviado à agência mais próxima.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp