16/09/2020 às 09h12min - Atualizada em 16/09/2020 às 09h12min

Ciclone bomba se afasta mais para alto mar

Notisul
Divulgação
O forte ciclone extratropical(ciclone bomba) que se formou na segunda-feira na costa da Região Sul do Brasil e a chegada de uma massa de ar frio de origem polar, também forte, sobre o Uruguai e no extremo sul do Brasil causaram fortes rajadas de vento entre a tarde desta segunda-feira(14) e a manhã desta terça(15) em vários locais da Região Sul e da Região Sudeste.

Confira algumas rajadas intensas registradas entre a noite de de segunda-feira e a manhã desta terça-feira, segundo dados do INMET:

Forte de Copacabana(RJ): 72km/h
São Sebastião(SP): 64km/h
Florianópolis(SC): 60km/h
Arraial do Cabo(RJ): 53km/h.

O Ciclone bomba em alto-mar e massa de ar frio polar no Uruguai causaram uma grande variação da pressão atmosférica aumentando a velocidade do vento na costa do Sul e do Sudeste. No entanto, agora a tendência é que este sistema se afaste cada vez mais para alto mar, portanto,  os ventos também tendem a enfraquecer.

No estado de São Paulo e no Rio de Janeiro ainda não se descarta algumas rajadas de vento nesta terça-feira, mas que perdem força entre a tarde e a noite.

No Sul, o vento aumenta no litoral do Rio Grande do Sul no decorrer do dia, mas não mais associado ao ciclone, e sim à borda de um sistema de alta pressão.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp