03/10/2019 às 14h51min - Atualizada em 03/10/2019 às 14h51min

Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo inicia no dia 7 em Indaial

P.M.I.
Divulgação
Na próxima segunda, 7 de outubro, começa em Indaial a Campanha Nacional de Vacinação Contra o Sarampo, organizada em duas etapas.

Na primeira fase, de 7 a 25 de outubro, deverão ser imunizadas todas as crianças não vacinadas de seis meses a menores de cinco anos. A priorização desse grupo na primeira etapa deve-se à elevada incidência da doença nessa faixa etária, nos surtos registrados em 2019. As crianças menores de 5 anos apresentam maior risco de desenvolver complicações, como cegueira, encefalite, diarreia grave, infecções no ouvido, pneumonias e óbitos pelo sarampo.

Já a segunda etapa acontecerá de 18 de novembro a 30 de novembro, contemplando a vacinação de adultos jovens não vacinados na faixa etária de 20 a 29 anos. Grávidas não devem tomar a vacina contra o sarampo. Nessa fase priorizou-se este grupo de idade devido ao número de casos confirmados nessa faixa etária ser expressivo.

A vacinação ocorrerá nas unidades conforme horário de atendimento de cada local. É necessário apresentar carteirinha de vacina, cartão SUS e documento oficial. As unidades com salas de vacina são:

- ESF Remo Wendorf - Ribeirão das Pedras
- ESF Arthur Keunecke - Estrada das Areias
- ESF Gunther Ricardo Ebert - Warnow
- ESF Renato Ferreira de Mello - João Paulo II
- ESF Nilo de Freitas - Rio Morto
- ESF Bertolina May Kechele - Benedito
- ESF Caetano da Silva Porto - Carijós
- ESF Albert Sabin - Encano do Norte
- ESF Irineu Kienen - Encano Baixo
- ESF Márcia Maria Andreatta - Estados (Cohab)
- Unidade Heinz Schutz - Centro

Sobre o sarampo

O sarampo é uma doença infecciosa grave, transmissível e extremamente contagiosa, que pode evoluir com complicações e óbitos, particularmente em crianças desnutridas e menores de cinco anos.

A transmissão ocorre de pessoa a pessoa, através de tosse, respiração ou espirros. Uma pessoa com sarampo pode transmitir a doença para 12 a 18 pessoas que nunca foram expostas ao vírus anteriormente ou que não tenham se vacinado.

Os principais sintomas são: febre alta, tosse, coriza, olhos avermelhados e manchas vermelhas (essas últimas aparecem entre três a cinco dias depois dos primeiros sintomas). Ao apresentar esses sinais, procure imediatamente um serviço de saúde para que sejam feitos o diagnóstico e o tratamento adequados.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp