06/09/2019 às 14h27min - Atualizada em 06/09/2019 às 14h27min

Servidor público é exonerado por uso de diploma falso em Brusque

ND Online
Divulgação
Um servidor de Brusque, no Vale do Itajaí, foi exonerado pelo MPSC (Ministério Público de Santa Catarina) por ter apresentado um diploma do ensino médio falso para a nomeação em cargo público. O pedido foi acatado pelo presidente da Câmara de Vereadores do município e o ex-funcionário poderá responder criminalmente por uso de documento falso.

Segundo o MPSC, a recomendação foi expedida pelo promotor de Justiça Daniel Westphal Taylor após apuração da representação, feita por meio da ouvidoria do ministério. Durante o trabalho de investigação, o servidor informou que teria realizado um curso pela internet em uma instituição de ensino chamada Centro Educacional Carioca.

O acusado alegou que não teve aulas, apenas uma prova online, e que recebeu o diploma pelos Correios. Não foi apresentado, porém, nenhum documento que comprovasse o relato. A 3ª Promotoria de Justiça de Brusque também apurou que o Centro Educacional Carioca teve os últimos diplomas validados no ano de 2008 e possuía inúmeros processos e reclamações em virtude do descredenciamento pela secretaria de Educação do Rio de Janeiro.

O MPSC divulgou, ainda, que foi expedido um ofício pela exoneração do servidor sem qualificação pelo promotor de Justiça. O profissional também alertou que a manutenção poderia configurar ato de improbidade administrativa.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp