09/08/2019 às 09h10min - Atualizada em 09/08/2019 às 09h10min

Indaial recebeu exercício simulado do Exército Brasileiro

Prefeitura de Indaial
Divulgação
Nesta semana Indaial recebeu o 3º Exercício de Ajuda Humanitária do Exército Brasileiro, por meio da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada. O simulado teve como objetivo treinar e preparar as equipes de diversas agências operativas para casos de catástrofes naturais no Município. Além de Indaial, a cidade de Taió também recebeu o Exercício no mesmo período.

O simulado contou com a parceria do 23º Batalhão de Infantaria (Blumenau), militares do Exército de Florianópolis, Porto União, Curitiba (PR) e Porto Alegre (RS), da Marinha do Brasil, da Força Aérea Brasileira, da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Santa Catarina, membros da Secretaria de Defesa Civil do Estado de Santa Catarina, Samu e Polícia Civil. Além disso, todos os setores da Prefeitura, Defesa Civil de Indaial e Corpo de Bombeiros Voluntários participaram.

Os exercícios retrataram diversas situações. O Exército chegou ao Município na segunda, 5, a simulação dos exercícios militares iniciou às 12h de terça, 6, e seguiu até o fim de quarta, 7 de agosto. Entre os incidentes simulados estiveram patrulhamento ostensivo de tropas; montagem de passadeira e de ponte (portada) para resgate de civis; ativação de Abrigo com triagem e cadastramento de moradores desalojados; distribuição de donativos; reconhecimento da cavalaria; resgate de civis ilhados e em veículo soterrado por deslizamento de terra; e evacuação de uma turma de aula.

No dia 7 ainda foi realizado o Evento Principal do Exercício, na Ponte dos Arcos. A atividade contou com resgate, via embarcações e helicópteros, de civis ilhados, feridos, com uma pessoa inconsciente e uma mulher grávida.

A Secretaria de Saúde de Indaial também participou com o Hospital de Campanha, montando junto à Corporação dos Bombeiros Militares, na cidade de Timbó, que contou com leitos de observação, leito de UTI, sala de parto e leito para atendimento a queimados e realização de procedimentos cirúrgicos emergenciais.

O simulado envolveu cerca de 700 homens ligados à 14ª Brigada de Infantaria Motorizada do Exército brasileiro, nas cidades de Indaial e Taió. Contando com as agências participantes, mais de 1.300 homens atuaram nos dois municípios. 

De acordo com o diretor de Defesa Civil de Indaial, Guilherme Tell Bogo Agostini, o exercício permitiu a prática e o aperfeiçoamento de todos os processos relacionados a uma possível situação de calamidade gerada pelas chuvas torrenciais na região. "As forças de segurança do Município precisam estar preparadas e alinhadas com órgãos de outras esferas em caso de necessidade. Esse simulado foi muito importante também para corrigirmos eventuais falhas de operação e para que as Forças Armadas conhecessem melhor o nosso território", pontua.

O diretor ainda agradece todas as agências envolvidas, aos Bombeiros Voluntários por cederem sua estrutura para a montagem do Grupo de Ações Coordenadas (Grac) Municipal, ao Samu, ao Demuttin e à Polícia Militar que auxiliaram na coordenação do trânsito e todos que, de forma direta ou indireta, ajudaram na realização do simulado. "Esse Exercício foi de grande valia para a integração de todas as entidades nas ocorrências", finaliza Guilherme.

Para o prefeito de Indaial, essa foi uma integração importante entre os órgãos de apoio e defesa. "O simulado proporcionou o treinamento de todas essas equipes para eventuais catástrofes que venham a acontecer na nossa região e também gerou uma interligação de contatos desses órgãos para que possamos atuar na prevenção dessas situações", destaca André Moser.

Já o major Luciano Souza, da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, enalteceu valores como a ética, o profissionalismo, o patriotismo e a dedicação. "Com certeza esses valores que o Exército Brasileiro trouxe para o exercício também são valores que todas as agências participantes da situação coordenada compartilham", enfatiza.
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »