14/10/2020 às 08h10min - Atualizada em 14/10/2020 às 08h10min

Panelas antiaderentes são tóxicas?

Mega Curioso
Divulgação
Com mais pessoas cozinhando durante o período de isolamento social, a grande preocupação passou a ser a melhor forma de preparar refeições saudáveis. Porém, um fator muitas vezes passa despercebido quando nos preocupamos com a saúde: as panelas. Será que elas são totalmente seguras? 

Quando se fala em segurança de panelas, as pessoas normalmente estão pensando no Teflon, afirma ao site Live Science, Suzanne Fenton, endocrinologista reprodutiva do National Institutes of Environmental Healt Sciences, na Carolina do Norte.

Sob essa denominação comercial, o antiaderente é o politrafluoroetileno (PTFE), um plástico transparente normalmente utilizado para revestir potes e panelas de metal, dando-lhes uma superfície cerosa e fácil de limpar. Mas, é seguro?

Parece que há um consenso entre os especialistas que o teflon, em si, é uma substância segura e não-tóxica. Ainda que, por acidente, ingeríssemos pequenos pedacinhos do revestimento, ele com certeza passaria direto pelo estômago.

Porém, esse não é o problema. A grande preocupação dos cientistas é o que acontece quando o Teflon começa a ficar muito quente. Fenton explica que: “Quando as panelas são superaquecidas, o revestimento de PTFE começa a se desintegrar”, e, nesse processo de decomposição, afirma a médica, ele libera gases tóxicos.

Embora seja raro, algumas vezes respirar esses vapores químicos pode causar a chamada febre dos vapores do polímero, uma doença caracterizada por febre alta, falta de ar e fraqueza. Esses gases são mortais para aves. Há registros de lâmpadas revestidas de Teflon que eliminaram aviários inteiros. 

Conforme Fenton, um elemento em particular deve merecer atenção: o ácido perfluorooctanóico (PFOA), uma substância tóxica liberada quando as panelas de Teflon superaquecem. A exposição ao PFOA durante um longo período de tempo está ligada a diversos tipos de enfermidades, desde câncer a doenças da tireoide.

Embora alguns cientistas minimizem a questão, afirmando que ninguém cozinha em temperaturas altas o suficiente para que essas reações químicas aconteçam, o fato é que existem, segundo Fenton, algumas situações em que o melhor é descartar suas panelas de Teflon.

Uma das principais situações é se você estiver grávida, amamentando ou tiver crianças pequenas em casa. Isso porque o PFOA está diretamente relacionado com problemas de desenvolvimento infantil. O produto é considerado um desregulador endócrino, ou seja, interfere no sistema hormonal do corpo.
Link
Relacionadas »
Comentários »
Fale pelo Whatsapp
Atendimento
Precisa de ajuda? fale conosco pelo Whatsapp